Últimas postagens

Conheça 7 sabores de pizza mais consumidos na Itália

Há quem diga que, embora não tenha se originado lá, as pizzas da Itália são pioneiras em relação ao sabor singular. Com poucos ingredientes e de preparo artesanal, os recheios das pizzas podem ser variados e agradar a qualquer paladar.

Enquanto no Brasil uma pizza suculenta possui uma boa quantidade de muçarela bem derretida e espalhada, a muçarela das pizzas italianas mostra seu valor particular. A muçarela de búfala, com menos gordura e conservantes, além de não competir com o sabor do tomate, é menos elástica e não derrete tanto quanto a versão brasileira.

Os recheios das pizzas italianas são menos variados que no Brasil — uma vez que o valor do prato está, justamente, na massa (que é aberta à mão e, por isso, seu formato mais irregular e artesanal).

Conheça aqui os 7 tipos de pizza mais consumidos da gastronomia italiana e aprenda um pouco mais sobre o jeitinho italiano de saborear uma boa refeição!

1. Capricciosa

Feita com alcachofra, funghi, azeitonas pretas e presunto cru, a preparação da pizza Capricciosa varia de região para região.

Na Sicília, a pizza pode ou não ganhar o ovo cozido e as azeitonas pretas podem ser substituídas pelas verdes. Já ao norte do país, ela pode ser feita com salsicha em anéis.

2. Parmiggiana

A pizza Parmiggiana possui tal denominação em homenagem a um dos principais pratos da cultura siciliana, a berinjela à parmegiana.

É preparada, dessa maneira, com molho de tomate, queijo parmesão, berinjela, muçarela e manjericão.

3. Marguerita e Marinara

Recheada com tomate, muçarela e manjericão, a primeira pizza Marguerita a sair do forno foi uma produção especial do pizzaiolo Raffaele Esposito para a rainha Margherita do Savoia e seu marido Umberto I, em 1889.

Feita com as cores da bandeira do país, a pizza se tornou um ícone da Itália, conquistando paladares por todo o mundo nos dias atuais.

Assim como a Marguerita, a pizza Marinara é outra clássica de Nápoles. Ambas possuem sua receita protegida por um certificado da União Europeia, que proíbe a alteração dos ingredientes tradicionais.

A Marinara é feita, por sua vez, apenas com molho de tomate, alho, orégano e azeite de oliva.

4. Bianca

A pizza branca (ou “bianca”) é uma produção típica de Roma, sendo uma versão mais suave da Napolitana e parecida com a famosa focaccia.

Sem queijo e molho de tomate, a pizza Bianca possui azeite de oliva e sal grosso, sendo vendida por peso e não por fatia, como acontece com as outras pizzas.

5. Sfincione di San Giovani ou Pizza de Natal

É uma pizza no estilo siciliano, servida geralmente nas festividades de Natal, Ano Novo, Sexta-feira Santa e na festa de San Giovani.

É preparada com uma massa pesada e grossa (redonda ou retangular) recheada com ervas, tomate, queijo, pedaços de pão, anchova e cebola caramelizada.

6. Diavola

Feita com salame picante (ou pepperoni americano) e azeite picante em uma base de pizza Marguerita, a Diavola é a opção número 1 para os apaixonados pelo sabor apimentado.

7. 4 stagioni

É dividida em quatro seções e possui ingredientes diferentes em cada uma delas (o que justifica seu nome): azeitonas pretas, presunto, alcachofra e cogumelos. A base, por sua vez, é o com molho de tomate e a muçarela.

As pizzas da Itália agradam pelo seu minimalismo, simplicidade de ingredientes e pelo sabor diferenciado da massa. Outros sabores (como o 4 Formaggi, Bismark, Boscaiola e Mare e monti) estão também presentes nos pratos do italiano. Não deixe de experimentá-los e conheça o verdadeiro sabor da Itália!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on delicious

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Shopping Basket